Associação Cantareira

Rádio Cantareira Associação Cantareira

A Associação Cantareira é uma ONG sem fins lucrativos, fundada no dia 06 de fevereiro de 1996, com objetivo de ser a mantenedora da Rádio Comunitária Cantareira no ar desde setembro de 1995. Porém, no processo de organização e da elaboração da proposta estatutária e da documentação, constatou-se a necessidade de ampliar a missão. Assim a ONG tem como missão: Desenvolver projetos de comunicação comunitária e alternativa, educação popular, educação ambiental, capacitação de Jovens, cultura e mobilização e participação social.

Desde a sua fundação projetos relevantes foram desenvolvidos pela Associação Cantareira. O primeiro projeto foi o processo de regulamentação da Rádio Comunitária; Em outubro de 1996, iniciou-se o curso de técnicas de locução com a participação de 70 pessoas. Anos mais tarde fez parceria com a Pascom da Região Brasilandia; O projeto de comunicação impressa teve inicio em dezembro de 1996 com a edição O do Jornal Cantareira que circulou até dezembro de 2010; Em 1997, a Associação Cantareira assume o projeto de educação popular, MOVA (Alfabetização de Jovens e Adultos). O primeiro convenia com a SME (Secretaria Municipal de educação)de São Paulo, foi assinado em 2002para atender 560 jovens e adultos no projeto de alfabetização.

Em 1998, a Cantareira participou do edital do programa capacitação solidaria para desenvolver capacitação de jovens em situação de vulnerabilidade da Brasilândia. Esta parceria durou 4 anos e foram 4 projetos realizados em parceria com comunidades Bom Pastor – Jd. Carumbé, São Francisco de Assis – Jd Guarani, São José Eliza Maria e Nossa Sra. Aparecida – Vila Souza. Outro projeto com jovens da periferia em parceria com a Rede Rua de Comunicação resultou na produção de um documentário com o vídeo “O Melhor do Lixo”.

Eu 2006 em parceria com a Secretaria de estado da Cultura, foram desenvolvidos dois importantes projetos de cultura trata-se do fábrica de cultua com oficinas de teatro e grafite e depois dos dois espetáculos. O Pedrinho e Villas Boas. Esta parceria foi até 2008.

Jovens Urbanos: Desenvolvido em 2006 em parceria com o CENPEC, com jovens de baixa vulnerabilidade da Brasilândia focou no empreendedorismo. Foram 60 jovens em duas turmas que resultou em 3 projetos de economia solidária.

Em 2010 a Cantareira participou do edital dos pontos de cultura do Ministério da Cultura, com gestão da secretaria de estado da Cultura de SP que deu um importante aporte ao projeto da rádio comunitária. Foram três anos. Em 2009, a Cantareira participou do pregão da Prefeitura de Embu das artes para capacitar jovens no que tange a comunicação popular. Foram duas turmas durante um ano.

Projeto de direitos humanos: foram 600 lideranças na região que foram capacitadas em 4 núcleos. Este projeto foi em parceria com a Secretaria especial dos Direitos Humanos da Presidência da Republica realizado no ano de 2011, por meio de emenda parlamentar da deputada federal Luiza Erundina.

Ainda em 2012, conquistou o edital do FEMA-07 da Secretaria do verde e meio ambiente de São Paulo. Onde durante um ano foram desenvolvidas oficinas de reaproveitamento de alimentos e um curso com jovens com o tema comunicação e alimentação saudável. Além dos programas de rádio, foi produzido também um livrinho de receitas.

Em 2015 a Associação conquistou novamente o edital do Ponto de Cultura agora em parceria com a secretaria de cultura municipal que durou até 2017. Diversas oficinas de edu-comunicação foram desenvolvidas. Bem como a produção de um documentário sobre a proposta de implantação do parque municipal da Brasilândia. Durante estes 22 anos de presença na Brasilândia a Associação Cantareira desempenhou um importante papel de defesa dos direitos e de elaboração de politicas publicas.

 

Facebook Comments

Follow by Email
Facebook
Facebook
Google+
http://radiocantareira.org/associacao-cantareira">
Instagram